Cabos, quais tipos e quais escolher

Atualizado: 25 de ago.



Vamos lá, quando acontece de ter que comprar um cabo novo de carregador sempre surge a dúvida de qual comprar ou qual o ideal… E no final das contas você acaba comprando aquele da "barraquinha" ou na Amazon por 10 reais achando que ganhou na loteria por ter economizado.


Só que não é bem assim, um cabo barato pode quebrar muito rápido, pode danificar seu aparelho de maneiras irreversíveis e trazer problemas sérios que não podem ser resolvidos nem em uma assistência técnica e ninguém aqui quer isso né?


Me acompanhe neste artigo para saber mais sobre o assunto.


USB's


Antes de começarmos a falar sobre cabos em si, vale falar sobre os tipos de USB só pra dar um contexto e você não ficar perdido.


São definidos por números e possuem padrões diferentes, a cada versão que temos uma vai sendo melhor que a anterior então quanto mais recente é a versão, mais desempenho e rapidez de taxa transmissão de dados terá.


Vamos ver aqui!


USB 1.0,

O primeiro fabricado e produzido em larga escala marcando o início de tudo em 1996. Essa versão conhecida como original, se mostrou fundamental e anos depois quase todo e qualquer dispositivo externo a ser conectado ao computador utilizaria o padrão criado.


USB 2.0,

Essa versão chegou nos anos 2000 com a velocidade superior a anterior, com formatos micro e mini que permitia uso em aparelhos como tablets e celulares, usada até hoje com aparelhos que usam pouca velocidade de transmissão e energia.


USB 3.0,

Atualmente é um dos mais populares, foi lançado em 2008 e em comparação com o modelo 2.0, a velocidade transmissão de dados é 10x maior e permite enviar e receber dados ao mesmo tempo.


Quais tipos de cabos temos hoje em dia?


Bom, vou apresentar os cabos mais comuns que temos no mercado atual, olha só:





USB-OTG: Esse cabo pode ser usado para seu smartphone ser conectado a vários aparelhos como controle de video games, microfone, mouse, teclado. Expandindo seu celular a várias outras funções.









USB: O mais comum que temos e um dos mais usados nos aparelhos Android, para tablets e celulares, o padrão é micro USB que tem como ser conectado ao aparelho.











USB-Lightning: É exclusivo da Apple para Ipad e Iphone, dá para usar claro que para carregar o aparelho ou para transferir arquivos de música, vídeos e fotos.







USB-C: É o que mais os fabricantes estão apostando, ele veio com uma transmissão de dados mais rápido e tecnologia do carregamento rápido.


Como mais fabricantes de celular estão adotando essa entrada, incluindo Samsung, Motorola, Apple e até vídeo games como Nintendo Switch, USB-C está virando o futuro dos cabos.


Alguns mais recentes vem até com os lados iguais!



Desempenho


Agora você me pergunta “Como posso trazer o melhor pro meu celular, ter o carregamento mais rápido, mais saudável e ainda ter durabilidade do meu cabo USB?”


Muitas características influenciam no desempenho, durabilidade, praticidade além do padrão de encaixe.


Conheça as limitações dos seus dispositivos e acessórios:


  • Saiba a corrente máxima (Watts) que o cabo suporta para saber a velocidade, corrente, capacidade de carregamento, ressaltando que existem outros fatores como a fonte de alimentação, o carregador e o aparelho.

Existem aplicativos que medem tanto o do seu dispositivo quanto do seu carregador/cabo.


  • Tamanho e o material interno do cabo são essenciais para definir durabilidade e competência pois dependendo do tamanho do cabo o material de condução precisa ser mais competente para não perder potência no caminho até o dispositivo.

Para definir a durabilidade dos cabos o material externo conta muito, os mais resistentes são de nylon emborrachado, nylon trançado. O mais comum é o PVC emborrachado, mas é menos durável se o usuário não for mais cuidadoso.


  • Preço é o que determina na maioria das vezes a escolha, porém é importante ver que os modelos de valor mais baixo podem ter uma qualidade inferior, pondere investir para ter uma maior longevidade e confiabilidade.


  • Proteção contra curto-circuito, regulação de corrente e controle de temperatura são importantes para manter proteção para o seu aparelho para que não seja danificado enquanto carrega.


Claro que além desses pontos você também tem que saber escolher um bom carregador de maior qualidade que entrega mais eficiência.


Leve em consideração que possuir um carregador com 100W não garante que qualquer aparelho vá suportar um carregamento nessa velocidade.


Para isso você precisa de um cabo e de um aparelho que suporte essa corrente, vale ressaltar que acima dos 30W são poucos os aparelhos intermediários que suportam muito mais que isso.


Um bom começo para pesquisar a compra de periféricos desse segmento é saber qual o máximo de Watts que seu aparelho pode suportar quando precisar da recarga.


E aí? Já sabe e já decidiu qual tipo de cabo comprar? Veja em nosso site nossos lançamentos recentes com a qualidade e custo-benefício direto da WB.

41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo